«

»

mai
04

Resveratrol: o fitoquímico do suco de uva e do vinho tinto

Dando continuidade à série sobre Fitoquímicos, vamos falar hoje sobre o resveratrol, que ficou conhecido devido à divulgação pela mídia dos benefícios de um copo de vinho tinto.

Assim, presente no vinho tinto, na casca de uva e no suco de uva, a substância atua como um antioxidante e dificulta o trabalho de um dos maiores inimigos do coração: o LDL, vulgo colesterol ruim.

Outro de seus benefícios é a ação anticâncer. Ela reage com enzimas do corpo e se transforma em uma outra substância, o piceatanol, que ajuda no combate a células cancerosas.

Esse efeito ocorre principalmente contra tumores na próstata, no útero e na mama.

2 comentários

  1. Doris Silvadisse:

    Esta informação já é bastante divulgada, mas eu sinto falta de mais detalhes, como por exemplo: qualquer tipo de suco de uva serve? Qual a quantidade de suco que um adulto e uma criança devem tomar para poder obter estes benefícios? Como o consumidor consegue dstinguir um suco bom de um suco não tão bom?
    Abs
    Doris

    1. Congelados da Sôniadisse:

      Prezada Doris, em relação ao consumo de resveratrol (encontrado, principalmente, na uva preta), já foi constatado que ele pode contribuir para a prevenção de doenças cardiovasculares e retardar o envelhecimento. No Brasil, a PUC do Rio Grande do Sul realiza pesquisas sobre o resveratrol desde 1999. No exterior, os efeitos benéficos estão sendo comprovados em pesquisas de universidades como Harvard (EUA). Porém, a ciência ainda possui perguntas sem respostas: Qual é a dose recomendada de resveratrol? A ingestão de grande quantidade traz riscos? A molécula deveria ser ingerida em cápsula ou bastaria o consumo de suco de uva e vinho? O uso pode trazer efeitos negativos a longo prazo? Além de “fechar” chaves de genes que poderiam predispor a doenças (como Parkinson e Alzheimer), ele poderia inibir fatores positivos? Os estudos seguem para oferecer o princípio ativo como um medicamento, mas a recomendação dos médicos e nutricionistas é incluir a uva na alimentação (in natura, sucos, vinhos, geléias) dentro de uma dieta equilibrada até todas as questões serem elucidadas. Quanto ao suco, você deve procurar por marcas idôneas e conhecidas, e preferir as versões sem açúcar e concentradas. Neste caso, pode ser consumido ½ taça no almoço e no jantar. Vale lembrar que a uva fresca (in natura) deve ser consumida também, principalmente por crianças e quem quer controlar o peso corporal.
      Abraços

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>